Associe-se!
Artigos 02/03/2021

Transformação digital, sua empresa está preparada?

Estar inserido na transformação digital contribui para um ganho expressivo de competitividade, um fator essencial para o desenvolvimento de pequenos, médios e grandes indústrias.

Uma produção industrial onde robôs, controladores, matérias-primas, sensores, bancos de dados e produtos estão interligados e se comunicando entre si, podendo inclusive ser monitorados e controlados automaticamente por meio da Inteligência Artificial (IA). Você consegue imaginar que esse cenário é possível e está muito próximo da nossa realidade? Tudo ocorre graças aos sistemas ciber-físicos (oriundos do inglês Cyber-Physical Systems, ou CPS), a parte mais relevante da transformação digital nas empresas.

Ser uma indústria digital, em seus processos internos, é uma eficiente maneira de se manter competitiva no mercado atual. As ações controladas por sistemas inteligentes têm grande impacto no dia a dia, por isso é importante ficar atento a esses recursos que já fazem parte da estrutura da Indústria 4.0, que vem ganhando cada vez mais espaço nas organizações por levar a soluções mais eficientes. Quanto mais digitalizada a indústria, a tendência é ser maior sua competitividade frente a indústria nacional e melhor seu posicionamento no mercado global.

Analisando a relevância do tema, produzimos um artigo para tornar claro os motivos de sua empresa precisar estar atenta sobre a importância da transformação digital, com exemplos de sistemas ciber-físicos que podem ser aplicados no seu negócio.

O que é transformação digital?

O conceito de transformação digital pode ser definido como a adoção de tecnologias que tem a capacidade de modificar as experiências de consumidores, trabalhadores, empresários e gestores. E quando falamos na transformação digital na indústria de manufatura, nos referimos especificamente ao uso de sistemas ciber-físicos na produção industrial.

Podemos definir a transformação digital como integrações que envolvem computação, comunicação e controle por meio de redes e processos físicos. Esse conceito também diz respeito ao conjunto de softwares e aplicações que interagem entre entidades, objetos e humanos ou até mesmo entre empresas, pessoas e dispositivos.

A partir desses sistemas, as organizações conseguem representar a realidade do mundo físico em ambientes digitais, tornando possível fazer simulações, testes, predições de desgastes, entre muitas outras possibilidades que a tecnologia oferece. Na prática, as ferramentas de transformação digital ajudam a resolver problemas do dia a dia na indústria, como quedas de desempenho. A união desses benefícios resulta em ganhos expressivos de competitividade e agilidade para o negócio.

Esse conceito está diretamente relacionado com a Indústria 4.0, também conhecida como a Quarta Revolução Industrial e que certamente você já deve ter compreendido a relevância. Importante frisar que a transformação digital e os sistemas ciber-físicos vão muito além da simples utilização de soluções e serviços da Internet das Coisas (IoT), da Computação em Nuvem (Cloud Computing), Big Data, entre outros, de maneira isolada.

Por dentro do ciber-físico

Assim como a internet transformou a forma de interação entre os seres humanos, os sistemas ciber-físicos estão transformando a forma como nós interagimos com o mundo físico à nossa volta.

Trata-se de um conceito e uma solução relativamente nova e sobre os quais muito se fala, dentro de um contexto de transformação digital nas indústrias. No entanto, ainda existe um grande potencial inexplorado de uso dessa tecnologia, que está em desenvolvimento no mundo todo.

Na prática, os sistemas ciber-físicos operam por meio de sensores que geram dados sobre o funcionamento de determinada máquina ou sistema. Os computadores e as redes integradas são responsáveis por monitorar todos os processos físicos. A partir disso, essas informações são repassadas para um ambiente digital, com retornos imediatos e constantes, em uma demonstração no ambiente virtual ou a partir de atuadores no ambiente físico. Importante destacar que esses dados precisam ser confiáveis para que possam embasar a tomada de decisões num nível de risco aceitável.

Por que tenho que estar preparado para a transformação digital?

A indústria no mundo está progredindo e tornando-se cada dia mais dinâmica e globalizada. A tendência é que as demandas sejam cada vez mais relacionadas ao mundo virtual, sendo que a conexão entre o digital e o físico é algo muito presente nesse cenário – no entanto, poucas empresas já se deram conta disso. De acordo com uma pesquisa da consultoria internacional IDC, cerca de 75% das empresas localizadas na América Latina ainda estão engatinhando nas primeiras etapas da transformação digital.

Nesse grupo inclui-se também aquelas que resistem a esse conceito ou aquelas que exploram as ferramentas de maneira tímida. As outras 25% se dividem entre aquelas que podem ser consideradas como transformadoras digitais, atuando com sinergia entre TI e o negócio, sendo referência de inovação no segmento em que atua.

Quais são os benefícios da transformação digital?

A indústria precisa olhar estrategicamente para a transformação digital, pois ao colocar em prática processos mais inteligentes visando uma melhor otimização das etapas, a eficiência de custos de recursos melhorada, dessa forma reduzindo gastos e aumentando a competitividade.

Sensores e sistemas adequados, por exemplo, podem monitorar o funcionamento da estrutura dos ativos de uma produção industrial, ajustando automaticamente a produção quando for observado um fator causador de atraso na realização dos processos.

Máquinas conectadas entre si são capazes de coletar dados e trabalhar com previsibilidade dos problemas em potencial, permitindo que a empresa consiga estar preparada para resolvê-los de maneira mais rápida e eficiente.

Além disso, existem outros atrativos da transformação digital, como:

- Mais eficiência nas operações de produção, logística de entrega e recebimento de mercados;

- Possibilidade de prever padrões de comportamento dos consumidores com a captação, ordenamento e análises rápidas e precisas provenientes de dados internos e externos;

- Maior aproveitamento de recursos, sejam eles insumos, ferramentas ou equipamentos;

- Aumento da satisfação dos clientes;

- Aumento da velocidade em atender as demandas do mercado.

Percebeu como a transformação digital pode contribuir para a indústria? Sistemas ciber-físicos podem permitir que sua indústria opere em escala global, inclusive de forma equiparada com os concorrentes ao redor do mundo. A competição no mercado não é mais apenas regional, mas sim mundial. Ao garantir maior produtividade com foco nas demandas do cliente, é possível aumentar a confiança e se uma referência no seu segmento e abrir novos mercados.

Para que você saiba ainda mais sobre esse assunto, baixe agora e-book “Industria 4.0: qual o impacto no meu negócio? Tudo o que você precisa saber” produzido pelo SIMECS. Mais um conteúdo relevante e com novos conhecimentos para você saber mais. Clique aqui

Gostou do nosso artigo? Temos outros materiais relevantes para você saber mais sobre esse assunto. Acesse em nosso blog.

Faça parte do Projeto do Lean à Indústria 4.0 - clique aqui

Veja também:


Comec realiza mais uma entrega técnica de guindaste Hyva no Espírito Santo
Gestão financeira: descubra os cinco erros mais comuns que impedem o crescimento de uma micro e pequena empresa
Saiba como a gestão de marketing e vendas pode ser a chave para o sucesso em micro e pequenas empresas
Golpes e fraudes online: você sabe como proteger seus dados pessoais?
Consumo de podcasts cresce no Brasil e revela a importância de conteúdos inéditos para atrair novos públicos
SIMECS protocola no Concex pedido de isenção do imposto de importação do aço
Relatório de Gestão 2020
Imposto de Renda 2021: o que pode ou não ser deduzido na declaração?
Materiais para BAIXAR e IMPRIMIR #TODOSCONTRAACOVID
SIMECS e Simplás colaboram com a implantação de espaço para atendimento de pessoas com casos leves de Covid-19
Fórum online debate potencial da produção, aponta soluções e proporciona negócios para o biogás e biometano
Investir em saúde, uma questão central e estratégica
Previdência privada é uma das opções para garantir um futuro mais tranquilo
Estamos fazendo a nossa parte, faça você também!
Conheça cinco dicas para tornar a sua indústria competitiva e porque você precisa ficar de olho na concorrência
Soprano lança dois novos modernos equipamentos para o setor fotovoltaico
Unylaser fecha parceria e amplia exportação de peças e componentes em aço para o Canadá
Suspensão da Cogestão Regional
Como a otimização de processos pode transformar os resultados da sua empresa
Saiba como poupar e investir melhor a sua renda
Bandeira Preta - Informações atualizadas
Conheça a representante do SIMECS na escolha da Rainha e Princesas da Festa da Uva 2022
MARCOPOLO CONQUISTA PRÊMIO LÓTUS 2021
É hora de planejar a sua vida financeira
Fátima Saúde fez de 2020 o ano dos grandes investimentos
SIMECS se vincula ao Programa Mais Alimentos do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento - MAPA
Plano Nacional de Imunização contra o COVID-19
VOLARE É A MARCA DE MICRO-ÔNIBUS MAIS VENDIDA NO BRASIL
Consumo de vídeos na internet aumenta durante a pandemia e faz a Sumig criar o canal SUMIG TV
PALFINGER é destaque entre as Melhores Empresas para Trabalhar na Serra Gaúcha
Secretário de Desenvolvimento Econômico de Caxias se reúne com diretoria do SIMECS
SIMECS recebe secretário do Ministério da Economia em Caxias do Sul
Levantamento do SIMECS aponta aumento de demanda e recuperação das indústrias da região
Balanço Social 2020
Saúde Ocupacional ganha novo e moderno espaço no Complexo Fátima Saúde
Posicionamento SIMECS - Manifestações do Sindicato dos Trabalhadores Metalúrgicos em empresas de Caxias do Sul
Protocolos de enfrentamento da Covid-19
SIMECS FECHA PATROCÍNIO COM A FESTA DAS COLHEITAS E A FESTA DA UVA
SIMECS 63 anos de protagonismo para a competitividade
Posicionamento SIMECS
voestalpine Meincol 75 anos - Uma história que dá forma ao futuro
SIMECS e Fátima Saúde estabelecem novo patamar em gestão da saúde empresarial
Em transmissão ao vivo, SIMECS apresenta novidades para 2021
SIMECS promove encontro para analisar desafios do futuro
Mercopar 2020 ocorre em novembro e deve estimular a retomada econômica da indústria
SURDOLIMPÍADAS 2021 SERÁ REALIZADA NA SERRA GAÚCHA
Demanda da indústria apresenta melhora no mês de outubro
Hyva do Brasil conquista certificação como Excelente Lugar Para Trabalhar
Jost Brasil recebe homenagem do SIMECS pelos seus 25 anos
SIMECS recebe candidatos à Prefeitura de Caxias do Sul
SIMECS e Fátima Saúde estabelecem novo patamar em gestão da saúde empresarial
Do Lean à Indústria 4.0
Mercopar 2020
Pix: a forma como você faz pagamentos nunca mais será a mesma
SIMECS lança Programa de Empreendedorismo Internacional
Inova Transformação em Veículos Especiais
Governador esclarece pontos da Reforma Tributária
SIMECS e Fátima Saúde firmam parceria
G.Paniz celebra quatro décadas de conquistas
Hospital Geral pretende arrecadar R$ 37 milhões em dois meses para concluir obras de ampliação
Sicredi e SIMECS: a parceria que pode potencializar o crescimento de sua empresa
BYRos Brasil empresa com Soluções para Conectividade Elétrica e de Dados para Ambientes e Mobiliário
SIMECS homenageia a Metalúrgica Buzin pela passagem de seus 50 anos.
Hyva do Brasil recebe homenagem do SIMECS por seus 25 anos
3º Fórum Sul Brasileiro de Biogás e Biometano com inscrições abertas para webinars em setembro
Levantamento mensal do SIMECS aponta aumento gradual na demanda da indústria em agosto
Juntos Somos Mais Fortes
Oportunidades disponíveis para alavancar o seu negócio
Edreaza Componentes Automotivos completa 30 anos de atividade
Hyva do Brasil celebra 25 anos
Agrale vai fabricar caminhões elétricos da tradicional marca FNM
Guia SIMECS de Sobrevivência à COVID-19: Assessorias
Guia SIMECS de Sobrevivência à COVID-19: Projetos
Máquinas de Soldagem Sumig prontas para indústria 4.0 podem ser adquiridas via financiamento no BNDES
Guia SIMECS de Sobrevivência à COVID-19: Convênios
Guia SIMECS de Sobrevivência à COVID-19: Inovação
SIMECS e Sindicato dos Trabalhadores Metalúrgicos assinam Convenção Coletiva 2020
Guia SIMECS de Sobrevivência à COVID-19: Produção
Guia SIMECS de Sobrevivência à COVID-19: Gestão de Pessoas
Guia SIMECS de Sobrevivência à COVID-19: Finanças
Guia SIMECS de Sobrevivência à COVID-19: Marketing e Vendas
Demanda da indústria apresenta leve melhora em levantamento mensal do SIMECS
Guia SIMECS de Sobrevivência à COVID-19: Estratégia
Guia SIMECS de Sobrevivência à COVID-19: Crédito
Guia SIMECS de Sobrevivência à COVID-19: Plano de Contingência
Guia SIMECS de Sobrevivência à COVID-19: Medidas Protetivas
Guia SIMECS de Sobrevivência à COVID-19: Trabalhista
Modelo de Plano de Contingência
Guia SIMECS de Sobrevivência à COVID-19: Tributário
SIMECS recebe pauta de reivindicações do Sindicato dos Trabalhadores Metalúrgicos
Guia SIMECS de Sobrevivência à COVID-19
SIMECS, Empresas Randon e Marcopolo entregam ventiladores pulmonares para reforçar rede hospitalar da Serra Gaúcha
Presidentes do SIMECS e Sindicato dos Trabalhadores Metalúrgicos se encontram para discutir ações para empresas e trabalhadores
Prefeitura apresenta ofício encaminhado ao governador para entidades e sindicatos
SIMECS Com você
AÇÕES JUDICIAIS RELEVANTES
Levantamento mensal do SIMECS aponta preservação de empregos no setor
Papo com Especialistas Perspectivas econômicas frente à crise do Coronavírus
SIMECS, entidades e empresas doam 130 toneladas de alimentos para famílias caxienses durante pandemia
PRORROGAÇÃO DOS PRAZOS DE VENCIMENTO DAS PARCELAS MENSAIS DOS PARCELAMENTOS ADMINISTRADOS PELA RFB E PGFN
SIMECS apresenta novo posicionamento
SIMECS apoia a fabricação de ventiladores pulmonares
Obrigações Ambientais
Randon, Marcopolo e Simecs doam cerca de R$ 3 milhões para rede de saúde de Caxias
SUBIR